Dez dicas de mãe: viajando com crianças

Olá!

Não deixe de viajar porque o bebê chegou!

Quando um casal tem um filho, muitas pessoas subentendem que as viagens vão parar, pelo menos por um tempo. Uns param de viajar por medo de dar algo errado ou pensando nas dificuldades em viajar com uma criança. Nessa blogagem coletiva realizada por blogueiros do grupo Assuntos de Blogueiros - Viajando em Família, do Facebook, você vai ver dicas valiosas para viajar com seus pequenos!



E a seguir, minhas dicas de mãe de dois filhotes de 5 e 2 anos!

1. Viajar com eles pequenos é tudo de bom!

Parece loucura, mas não é: quanto mais novinhos eles são, mais fácil de viajar é! Eles não pagam passagem, são levinhos e fáceis de carregar, dormem bastante e não reclamam dos passeios, rs! Até eles começarem a andar. Aí já vem uns desafios básicos, rs.

Brincando com o pezinho na fila do trem do parque


2. Abuse das brincadeiras na viagem!

Para entreter os pequeninos numa longa viagem de carro, nada que muitas músicas para animar! Leve CD's, DVD's, conecte o carro no Spotify, faça teatrinho. E no avião, aceite ajuda do entretenimento de bordo! Filmes, desenhos, joguinhos que estão disponíveis gratuitamente quebram um galhão. Aqui costumo levar livros de colorir e giz de cera, livrinhos de história pequenos e também caminho com a mais nova pelo avião, ela sai dando oi pra todo mundo e fazendo amizade com as comissárias.

Esse DVD portátil quebra um galho até hoje!


3. Se programe para chegar ao aeroporto com um pouco mais de antecedência

É sempre bom, porque temos que carregar mais malas e às vezes eles ficam com aquela preguicinha de andar... querem um colo e acabamos fazendo as coisas num ritmo um pouco mais lento. E olha que eu sou a rainha do atraso e inclusive perdemos um voo uma vez contando que chegaríamos certinho no horário, mas nos atrapalhamos com as bagagens e cadeirinhas na locadora de veículos e tchau, avião! Mas logo resolvemos e pegamos o próximo sem cobrança, ufa!

Cada um tem sua malinha


4. Leve uma malinha de mão com trocas para a criança e para os pais

Essa dica é valiosa! Em voos, essa troca é super importante caso o pequeno sofra um acidente, como xixi na calça. E para os pais também, já que no meu último voo minha filha derrubou um copo de Coca cheio de gelo em cima de mim, rs! Perrengues da vida de mãe viajante! Fora que essa malinha salva a vida no caso de extravio de bagagem, né? E no carro sempre levo algumas toalhas de banho para secar as bagunças e possíveis vômitos.


5. Leve as comidinhas (e petiscos) que os pequenos estão acostumados

Sempre bom. Se o bebê come papinha e está acostumada com a de vidrinho da Nestlé Brasil, leve. Os tipos de legumes e frutas e até mesmo o sabor e consistência pode mudar em outros países. Também ajudam no caso da criança estranhar o paladar local ou se você não se sentir seguro com a qualidade da comida do destino. Também procuro levar o leite que estão acostumados em viagens nacionais (porque é leite de caixa e ir pra fora com leite pode ser arriscado, pode ser tudo apreendido). Levo também biscoito polvilho, bolachinhas que estão acostumados, sucos de caixinha.

A dedê sempre foi o principal item das nossas viagens


6. Se prepare para pequenos acidentes de percurso, rs

Acontece! E depois vira história pra contar! Meu filho mais velho sofre de enjoos em estrada. Dependendo do destino (tipo Rio-SP), temos que parar diversas vezes na estrada pra ele vomitar, coitado... uma vez viajei de avião apenas com ele e por conta do mau tempo, nossa chegada atrasou "apenas" 9 horas! E a fralda vazou xixi, as trocas acabaram e tive que andar com ele pra cima e pra baixo de camiseta, fralda e tênis, foi até engraçado.


7. Leve uma farmacinha com vocês

Indispensável! Leve sempre um termômetro, um remédio para febre que a criança esteja acostumada a tomar, pomadas para picadas de inseto e algo mais que você julgue importante, como remédio para gases ou algum remédio de rotina.


8. Atenção às cadeirinhas de carro

Caso vá viajar de avião, mas vai alugar um carro no destino, é importante levar sua cadeirinha de carro. Faça as contas e analise se vale a pena locar, levar de casa ou comprar uma nova, pois cada caso é um caso. Mas não fique sem. Além de perigoso para o pequeno, você pode levar uma bela multa!


9. Faça uma amizade sincera com o carrinho de bebê e canguru!

Eles serão seus maiores parceiros de viagem, com certeza! O carrinho ajuda a criança a descansar, pois eles tem um ritmo diferente do nosso. Até uns 4 anos eles tem uma certa necessidade de dormir durante o dia e nessa hora que entra o carrinho. Vale pesar a questão tamanho do carrinho x conforto, pois quanto menores, mais desconfortáveis, mas mais fáceis de carregar e vice-versa. E quando são menores, carregadores como canguru, sling e mochilik ajudam bastante. São práticos e os bebês adoram estar pertinho da mamãe e do papai.

Carrinho, I love you


10. Não esqueça itens importantes e atenção ao clima!

Antes de ir, dê uma olhada num site de meteorologia, como o Climatempo e veja a previsão do tempo para arrumar as malas (eu mesma adoro esquecer desse detalhe e ter que comprar toucas e luvas de última hora, doidinha!). Também separe repelentes, protetor solar, boné. Repare nas atividades do destino, se vai precisar de sunga, óculos de piscina, bóias e etc.


Viajar é um maneira divertida de aprender e já falamos disso em outra blogagem coletiva. Confira também as blogagens coletivas que já participamos, são temas bem legais com a participação de blogueiros muito bons!

Conheça também os outros blogs participantes e boa leitura!

Viagens que Sonhamos - Andreza Dica e Indica - Por aí com os Pires - Felipe, o Pequeno Viajante - Vamos por Aí - Viajar hei - Ases a Bordo - Vem pro Parque! - Bebe Piccolo - Viajo com Filhos - MEL a Mil Pelo Mundo - Malas & Malinhas - Cantinho de Ná - Diário de Viagem - Trilhas e Cantos - Viagem Simplesmente - Viajando de Carro - Do RS para o Mundo - Viagens de Mãe - Cris pelo Mundo - Ninho de Jiripoca - Blog Viaje pelo Mundo - Carregando Malinhas - Viajando por Aí - Espelho de Si - De Primeira Viagem - Viajando em Família - Ferinhas Viajantes - Pequenos Pelo Mundo - Gosto e Pronto - Entre Mochilas e Malinhas - Roteiro Renatours - Vou Viajar - Família Viagem - Viajar e Brincar - Viagem em Detalhes - Viajante em Tempo Integral


13 Restaurantes que Indicamos em Orlando/FL

Olá!

Estamos participando de mais uma blogagem coletiva, dessa vez do grupo do Facebook Pequenos Grandes Viajantes, com o tema Comidinhas pelo Mundo! 



A gente participou desse tantão de blogagem coletiva aqui, olha! Gostamos quase nada, hehe!

Dessa vez decidimos falar sobre Orlando, a Terra da Magia! A cidade fica no centro do estado da Flórida, ao sul dos Estados Unidos. Tem pouco mais de 200 mil habitantes, mas recebe 55 milhões de turistas ao ano, só perdendo em quantidade para Paris! E para dar conta desse monte de turistas, é claro que a cidade conta com uma super estrutura de hotéis e restaurantes. E vamos falar justamente deles, os restaurantes que amamos em Orlando!

Camilas - Orlando é uma cidade literalmente lotada de brazucas! A gente quase domina a área e por isso a oferta de restaurantes brasileiros lá é bem ampla. Um dos mais famosos e que mais gostamos é o Camilas. Ele fica num boulevard na importante International Drive, vizinho a outras lojas brasileiras. Lá você encontra pratos típicos brasileiros, como arroz, feijão, filés, farofa, além de saladas e sobremesas como pudim, mousse de chocolate e cocada. O buffet a vontade custa em torno de US$ 15 por pessoa e crianças não pagam. Endereço: 5458 International Dr.

Applebee's - Restaurante com várias unidades pelos EUA, serve pratos típicos americanos, como hambúrgueres, steaks e massas. Conta com menu kids, onde os pequenos podem escolher entre massas, hambúrguer, suco, bifinhos, camarões e etc com precinho camarada (faixa de US$ 7 dólares o combo). A batata doce frita deles é a melhor, recomendo muito! E você pode também parar apenas para uma caneca de cerveja gelada (que não é meu caso depois dos filhotes, rs). Endereços: 6324 International Dr.; 11030 International Dr.; 13500 S John Young Pkwy; 2503 S Kirkman Road.

Shake Shack - Famosa hamburgueria presente em várias cidades dos EUA. Com pegada diferenciada, promete hambúrgueres com carnes livres de hormônios, usando batatas de pequenos produtores e com opção de hambúrguer vegetariano (a base de cogumelo). Aceita animais e vende até mimos para os peludos. A cerveja deles é deliciosa, assim como a batata frita! Fica no super point de Orlando, no complexo I-Drive 360, onde fica a Orlando Eye. Os sanduíches saem na faixa de US$ 8 dólares. Endereço: 8359 International Dr.

Clique aqui para ler nosso post sobre o Shake Shack Orlando!

Five Guys - Rede de fast food que merece todo nosso respeito! Inclusive quando for a Orlando, esqueça Mc Donald's, Burger King e cia e vá direto ao Five Guys. Os lanches são muito caprichados e tem preço único por tipo: você pede um cheeseburger e pode acrescentar trocentos molhos e acompanhamentos, como alface, tomate, cebola, picles e etc, tudo pelo mesmo preço. Os milkshakes são excelentes, considero o de cookies em pedaços imperdível! E você pode (pasme!) acrescentar bacon neles! Endereços: 8324 International Dr.; 4969 International Dr.; 8001 S Orange Blossom Trail.

Seito Sushi - Tivemos o prazer de conhecer esse restaurante e nunca mais esquecemos! É caro, já aviso, tanto que só fomos uma vez... mas é maravilhoso!!! Se você é fã de um bom sushi, o Seito é o lugar certo! O sashimi é perfeito, saboroso e nada se parece com o que comemos aqui no Brasil (infelizmente!). É bem intimista, então se possível faça diferente de mim e vá sem os filhotes, rs. Endereço: 8031 Turkey Lake Rd.

Outback - Conhecido nosso aqui do Brasil, as unidades americanas são tão boas quanto as nossas. O cardápio é bem parecido, apenas com algumas diferenças relativas a cultura americana. Os milkshakes são deliciosos e as sobremesas são imperdíveis. Eles tem uma opção chamada "dessert sampler", que é um prato com 3 tipos de sobremesa. Custa coisa de US$ 7 e dá para todos provarem. Endereços: 8351 International Dr. (na Orlando Eye), 1301 Florida Mall Ave.

The Habit Burger - Esse vai conquistar seu coração! Conhecemos esse na Califórnia e essa é sua primeira unidade em Orlando. Os hambúrgueres são deliciosos e caprichados, a batata frita vem em opção tradicional ou doce, além de vagens fritas (lembra um tempurá). Tudo é muito gostoso e vale muito a visita! Endereço: 4706 Millenia Plaza Way.

Buffets chineses - Esse é para os corajosos! Tem quem torça o nariz para os buffets chineses de Orlando, mas garanto, nunca, nunquinha passamos mal e a comida é super gostosa. O preço é muito camarada; na faixa de US$ 9 por pessoa o buffet a vontade (eu sei, é chocante, rs). Lá você encontra yakisobas, champgnons, camarões, arroz, lombo de diversas maneiras, assim como frango e por aí vai. Além de sobremesa (é, tem sobremesa nesse valor, rs). Endereços: Garden Buffet - 2258 S Kirkman Rd; 8255 International Dr (ao lado da Orlando Eye). Fomos nesses dois e ó, tudo certo!

Ben & Jerry's - Sei que esse nem entra na categoria restaurante, mas é tão bom que vale entrar na lista, vai? A rede de sorveterias que chegou ao Brasil há pouco tempo é super popular nos EUA. Você encontra uma gama de sabores de sorvete tão grande que acho que só morando lá para experimentar tudo, sabores que nunca tinha ouvido falar por aqui, como o maravilhoso Blonde Ambition. Endereços: 8457 International Dr (na Orlando Eye), 9101 International Dr (ao lado da casa de cabeça pra baixo, vulgo "Wonderworks"), 6300 Hollywood Way.

Carlo's Bakery - Outro que não é restaurante, mas acho imperdível! Se você é como eu, fã de um programa de confeitaria e adora comer doces, não deixe de visitar. A unidade fica dentro do Florida Mall e lá você encontra deliciosos cupcakes na faixa dos US$ 4 (red velvet é o meu favorito), morangos banhados no chocolate, fatias de bolo e os famosos canollis (que nem acho tão bons assim, invista nos cupcakes se possível). Endereço: 8001 Orange Blossom Trail.

Cheesecake Factory - Um dos melhores restaurantes! Mas se prepare, a única unidade na cidade de Orlando vive lotada! Dentro do Mall at Millenia, a casa conta com pratos diversos, como carnes, peixes, aves e saladas. Guarde um cantinho para a sobremesa e perca a cabeça com a imensa variedade de cheesecakes, são mais de 30 opções! Tem de morango, frutas vermelhas, limão, chocolate, Oreo, banana, caramelo, doce de leite, cereja... Endereço: 4200 Conroy Rd.

Red Lobster - A rede de restaurantes de frutos do mar é popular em todo os EUA e é uma ótima opção para comer bem em Orlando. Conta com menu kids a preço amigo, além de várias opções de pratos a base de lagostas ou camarões. Eu amo de paixão o Parrot Isle Jumbo Coconut Shrimp (uma porção de camarões empanados em coco ralado ao molho de abacaxi). Você também encontra as Snow Crab Legs, ou simplesmente patas de caranguejo. Endereços: 8003 Golden Sky Ln; 5936 International Dr; 9892 International Dr.

Olive Garden - Outra rede de restaurantes famosa por lá, com temática italiana. No Olive Garden você encontrará diversos tipos de massas e variados molhos (o carro chefe é o alfredo), além de carnes, peixes, aves, vinhos e sobremesas. Conta com menu kids na faixa dos US$ 7 dólares e salada a vontade quando pedido um prato principal (o molho deles é delicioso e é vendido até em mercados, olha aqui). Endereços: 8984 International Dr; 4101 Conroy Rd, 1555 W Sand Lake Rd.

Agora é só visitar os outros blogs participantes e conhecer comidinhas de outros lugares do mundo!

Destinos por onde andei - Minhas Experiências Gastronômicas pelo Mundo * A Casa da Mala - 10 Comidas Estranhas para Provar na Europa * Tire a Bunda do Sofá - As 10 melhores (ou mais estranhas) comidas que comi em 2016 * Mochilão Barato - O melhor da comida capixaba * Uma Viagem Diferente - O que e onde comer em Asunción, no Paraguay * Viagens Invisíveis - Comidas da Índia * Pequeno Grande Mundo - Comida Típica Chilena * Foco no Mundo - Comida nos Estados Unidos * Arrumei as Malas e Parti - Experiências gastronômicas por aí * Cantinho de Ná - 20 pratos típicos que comemos em viagens * Bagagem de Memórias - Top 10 comidas da minha volta ao mundo * Vou pra Roma - Top 10 dicas de comidas imperdíveis em Roma * Vaneza com Z - Experiências Gastronômicas

Hotéis - Hotel Guarany, em Águas de Lindoia/SP

Olá!

No último feriado nos hospedamos no Hotel Guarany e simplesmente AMAMOS a experiência!

O hotel fica na linda Águas de Lindoia, cidade do Circuito das Águas Paulista, a 160Km de São Paulo. Águas de Lindoia em si já é uma gracinha, cidade pequena com apenas 17 mil habitantes e muita natureza.

Sobre o hotel: o Guarany fica no centro da cidade, em frente ao lago, de onde sai o passeio de trenzinho, o pedalinho, ficam brinquedos infláveis para as crianças e muitos gansos andando e nadando.

Sobre as suítes: são bem espaçosas, com camas grandes, cobertores, mesa e cadeira, TV LCD, varanda, frigobar, ar-condicionado, rádio e guarda-roupa. O banheiro é bem espaçoso, o chuveiro é muito bom e quentinho, com ammenities como shampoo, condicionador, touca e creme hidratante. Só não gostamos do piso de carpete no quarto, preferíamos um piso frio ou madeira.

Os funcionários são bem gentis. Das duas vezes que nos hospedamos, todos os funcionários foram sempre muito solícitos, camareiras, recepcionistas, garçons. O gerente do restaurante é super atencioso.

Falando em restaurante, é o ponto alto do hotel, sem dúvida! A pensão é completa, o café da manhã é bem variado e caprichado: pães, pão de queijo, frutas frescas, sucos, coalhada, iogurtes, leite, café... tudo muito bom. O almoço conta sempre com uma opção de sopinha, ideal para quem tem crianças como nós. O jantar parece muito o almoço, mas com dois tipos de sopa. Sempre 3 opções no mínimo de carnes (teve salmão, filé mignon, alcatra, truta, chester, rabada), saladas variadas e sempre um tipo de massa. As sobremesas também são deliciosas (sou a maior formiga!), sempre com frutas, doces em caldas, tortas e pudins. E sábado tem a sagrada feijoada, uma das melhores que já comemos.

Ah, e na Páscoa montaram uma mesa maravilhosa! Cheia de chocolates, ovinhos, bombons, brigadeiros, com coelhos de pelúcia decorando, muito capricho! E todos os quartos ganharam ovinhos de Páscoa e uma caixa de bombom.

Para as crianças, bastante lazer. A equipe de recreação é uma graça, dividida por idades. Teve teatro de marionete, bingo, passeio na praça. O hotel tem cinema, sala de TV, brinquedoteca, piscina coberta e aquecida e outra ao ar livre e salão de jogos.

O Yspa, SPA que fica dentro do hotel, oferece vários tipos de serviço, cobrados à parte. Tem até shantala para crianças, além de banhos, drenagens e várias outras opções.

O Hotel Guarany tem facilidades, como wi-fi, estacionamento grátis e copinha baby no primeiro andar, com microondas, liquidificador e utensílios para preparo de mamadeiras e comidinhas para os bebês.

E fica aqui nossa resenha sobre esse hotel super gostoso em Águas de Lindoia! Adoramos e recomendamos! Ah, das duas vezes que fomos, compramos vouchers no Groupon. Além do preço estar ótimo, parcelamos em 10x.

Hotel Guarany

Onde: Rua São Paulo, 444 - Águas de Lindoia/SP
Telefone: (19) 3924-8080
Como chegar: de São Paulo, o melhor caminho é pela Rodovia Fernão Dias, passando por Mairiporã, Atibaia, entrando em Bragança Paulista e seguindo sentido Socrro, porque se paga apenas um pedágio.

Obrigada pela visita!

Primavera Pelo Mundo - Nova York

Olá!

Este post faz parte de uma blogagem coletiva da RBBV, onde diversos blogueiros brasileiros contarão para seus leitores sobre a primavera em diferentes destinos. Eu escrevi sobre a primavera em Nova York e como aproveitar essa linda época do ano por lá. 

A primavera é uma estação do ano lindíssima, que gosto muito. Geralmente o clima está agradável, a paisagem verde, é bem bonito de ver e viver. Escolhemos visitar Nova York nessa estação, pois a temperatura fica bem gostosa e sem chances da neve aparecer.

Nova York é uma cidade maravilhosa, ligada no 220, cheia de vida! Fomos no começo de junho, no meio da primavera. Chegamos e estava um ventinho chato, tivemos que usar casacos para não passarmos frio. Não sei se é habitual isso, mas no dias seguintes pegamos bastante sol e calor, nada insuportável, mas bem agradável. A cidade fica realmente verdinha, o Central Park, que é um dos principais cartões postais da ilha, fica cheio de pessoas praticando esportes, andando de patins, crianças brincando, é uma delícia! Foi um passeio quase diário em nossa estadia primaveril, onde meu filhote corria e colocava a energia para fora.

Central Park visto do Top of the Rock


Aproveitando o Central Park, conhecemos o Central Park Zoo, o famoso zoológico da turma da animação Madagascar.

Central Park, bem verdinho


Com o clima tão bom, aproveitamos para fazer muitas caminhadas pela cidade. Caminhando conhecemos a Times Square durante o dia e a noite também, com aquele montão de luzes. Passamos em frente aos teatros da Broadway, visitamos lojas como a Disney Store, Toys"r"Us e M&M's. Nada melhor do que caminhar para conhecer bem um destino, não é mesmo?

A louca e viva Times Square


Tanto que nessa viagem fizemos TUDO a pé! Não usamos o metrô e taxi mesmo só para chegar e sair da ilha para o aeroporto. O trânsito por lá é frenético e desanima perder tempo preso num carro, então optamos por caminhar bastante com as crianças em seus (salvadores, rs!) carrinhos.

Pessoas na pista de patinação do Central Park


Com as caminhadas, conhecemos muitos food trucks. Foi hotdog, waffle, frutas e até empanadas argentinas! Tudo delicioso e com preço amigável, fizemos muitas refeições dessa maneira.

Waffle de um delicioso food truck

Também conhecemos alguns parquinhos públicos, uma opção bacana e o melhor, gratuita de lazer na cidade para os piticos. 

Parquinho público

Fizemos o passeio de barco pelo Rio Hudson até a Estátua da Liberdade, foi o passeio que meu filho mais gostou. Apesar do calorzinho, faz muito frio no barco! Vento cortante, leve um casaquinho. Mas vale muito a pena, adoramos a experiência. 

Estátua vista do barco

E claro que fizemos os passeios clichês e indispensáveis para uma primeira visita, como conhecer os arranha-céus da cidade, ir à Quinta Avenida, comer deliciosos cupcakes no Carlo's Bakery, Magnolia Bakery e afins, provar as macarronadas nos restaurantes italianos ou hambúrgueres nas lanchonetes como Shake Shack. Mas caminhar pela cidade, entrar em lojinhas, praças, admirar as construções, prédios, arquitetura da cidade, foi muito bom! Ficou aquele gosto de quero mais, espero voltar lá um dia! 

Como já diria a música:

New York
Concrete jungle where dreams are made of
There's nothing you can't do
Now you're in New York
These streets will make you feel brand new
Big lights will inspire you
Let's hear it for New York!


Para ver como é a primavera em outros destinos, acesse os links abaixo:

Itinerário de Viagem * Londres Pra Você * Le Touriste * Kely Pelo Mundo * TurMundial * Somando Destinos * Why Not * Mila em Seattle * Guia do Nômade Digital * Ligado em Viagem * Grazie a te * Para a Disney e Além * Like Wanderlust * 1001 Dicas de Viagem

Casando em Las Vegas

Olá!

E orgulhosamente estamos participando de mais uma blogagem coletiva, onde blogueiros se reúnem para falar sobre um tema. E o tema da vez é Data Comemorativa Passada em Algum Lugar, do grupo do Facebook Pequenos Grandes Viajantes. Adoramos blogagens e já participamos dessas aqui, olha!



Nesse post vou falar sobre como foi a ideia de casar em Las Vegas, os primeiros passos até a concretização desse sonho que tínhamos. Tudo começou lá em 2011, quando eu e meu marido fomos morar juntos. Já estávamos esperando nosso filho mais velho e ficamos morrendo de pena de gastar com uma festona de casamento... combinamos que quando fizéssemos 5 anos de casados, iríamos para Las Vegas casar com o Elvis e tudo.

Sinceramente? Não botei fé que sairia pelo dinheiro, distância, também achava até engraçada essa situação de casar com um Elvis cantarolando na capela!

Aí, no começo do ano passado começamos a planejar nossas férias do ano e decidimos ir à Califórnia. E aí vimos que Las Vegas era tão pertinho... (1h de voo, 4h de carro de Los Angeles). Depois de estudar muito os mapas, possíveis roteiros, preços, finalmente conseguimos encaixar 3 dias em Las Vegas para o casamento!

Olha como é perto

OBS: 3 dias em Las Vegas é uma judiação, a cidade merece muito mais tempo, amamos de paixão!

E foi dada a largada para o planejamento! Comecei a pesquisar blogs, relatos na internet sobre quem casou em Vegas. Até filmes que se passam em Las Vegas eu vi para entrar no clima, ahaha! Depois de muito ler, chegamos ao Cerimonial Las Vegas, uma empresa de brasileiros locada na própria cidade. Eles realizam cerimônias e oferecem pacotes com vários itens diferentes, assim como valores. Tem com Elvis, tem só com cerimonialista, com bouquet e etc.

Mais detalhes sobre o casamento, com valores, o que estava incluso e como foi o grande dia em breve!

Fechamos tudo aqui no Brasil, a cerimônia com Elvis na capela Graceland, onde o próprio Elvis casou. O tempo voou e nossa viagem chegou e eu ainda estava levando super na brincadeira essa história de casamento, apesar de meus pais e irmão terem se mobilizado para assistirem também. Chegamos em Las Vegas a noite e no dia seguinte, com indicação do Cerimonial fomos atrás de vestido de noiva e roupas para todos.

É incrível como Las Vegas é super organizada para casamentos!

Fomos a uma ateliê que tinha vestidos de noiva, fraques e roupas de gala de todas as cores e tamanhos, uma beleza! Conseguimos inclusive fraques iguais pro marido e filho, pensa se não gamei, né! De lá já saímos com cabeleireiro e maquiador marcados, que iriam me arrumar no próprio hotel.

No grande dia, depois de me produzir toda no próprio quarto do hotel, descemos todos rumo a limousine (que estava inclusa no pacote que fechamos), minha filha de daminha com vestidinho lindo, todos os hóspedes que cruzávamos nos dando os parabéns e dizendo como eu estava linda. Era minha primeira vez de noiva, foi muito legal passar por isso.

O casamento aconteceu na capela, realizado por uma cerimonialista brasileira e com o Elvis cantando várias músicas. Ela disse palavras bem bonitas e no fim o que foi meio brincadeira, virou um negócio sério e bem bonito. Amamos a experiência e recomendo muito para quem, como nós, tem dó de gastar com big festa de casamento!

E aí, gostou da nossa história?

Agora é só acompanhar a hashtag #viajarecelebrar e visitar os outros blogs participantes logo abaixo!

Por aí com os Pires, em Orlando - Pequeno Grande Mundo, em Blumenau - Atravessar Fronteiras, no Rio de Janeiro - Vaneza com Z, em Recife - Destinos Por Onde Andei, em Mônaco - Família Viagem, em Orlando - Ligado em Viagem, em Marrocos - Andar Comigo, na França - Turista FullTime, na Holanda

Top 5 - Destinos Que Eu Voltaria

Olá!

E lá vamos nós para mais uma blogagem coletiva! Adoramos participar, são temas sempre muito gostosos de escrever que rendem posts super bacanas com a participação de excelentes blogueiros!



A gente já participou dessas blogagens aqui, olha =)

Viajar é maravilhoso e é bem difícil escolher um lugar para voltar, já que existe um mundo imenso pra gente conhecer, né? Então repetir um destino nem sempre é comum ou uma decisão simples de tomar. Durante a viagem a gente está tão encantado com tudo que rola até uns papos loucos do tipo "a gente podia morar aqui, que você acha?". Mas a realidade bate na porta, voltamos pra casa e planejamos a próxima viagem, rs!

Como tudo tem um "mas", aqui em casa já repetimos alguns destinos. Inclusive o #1 é o nosso xodózinho, ao qual voltamos todos os anos há 4 anos! Vamos lá!


#5 - Nova York, nos Estados Unidos


Uma cidade que sonhava em conhecer! Fui há dois anos, conheci, curti cada minuto naquele lugar mágico (o lugar mais louco que já fui na vida, o que é aquela Times Square???), mas faltou TANTA coisa pra fazer! Fora que NY é uma no inverno nevado, na primavera verde, no verão quente e no outono amarelado, são várias possibilidades! Eu só fui na primavera e voltei encantada. O sol se punha quase 9 da noite, andamos Manhattan toda, mas faltou Brooklyn e muitos cantos da cidade, sem dúvida. Amei as food trucks legítimas e baratas, os museus, o Central Park, os cupcakes... um sonho realizado e que merece outra visita.


#4 - Santiago, no Chile

Valle Nevado

Faz 4 anos que fui ao Chile despretensiosamente com a família e caí de amores! Santiago é bem bonita, as pessoas são educadas, foi a primeira vez que vi neve na vida e tive o prazer de mostrar para meu filho também. Passeamos tanto com ele, que era bem pequeno, mas ficou faltando tanta coisa! Gostaria de voltar na neve, para levar meu filho já maiorzinho para rever e também para fazer os passeios que faltaram.


#3 - San Diego, nos Estados Unidos

Praia de La Jolla

A joia da Califórnia que encantou toda família! Cidade limpa, organizada, com praias, sem trânsito, cheia de atividades para as crianças, excelentes restaurantes mexicanos para todo lado, outlet para quem gosta de compras... A gente amou tanto San Diego que demos aquela pirada caprichada citada mais acima, como faríamos para morar em lá? Uma cidade que recomendo de olhos fechados e que voltarei com certeza!


#2 - Las Vegas, nos Estados Unidos

Quem disse que Las Vegas não combina com criança?

A Cidade do Pecado era outra que não tinha muita vontade de conhecer e que me surpreendeu! Fomos ano passado com um único intuito: casar! Como éramos casados apenas no civil, decidimos que, se um dia casássemos vestidos de noivos, que seria em Las Vegas. Separamos apenas 3 dias para a cidade, fato que me mata de arrependimento! Las Vegas é muito interessante, recebe bem toda a família, inclusive crianças. Tem restaurantes, andar pela Strip em si já é um super passeio, tanta coisa pra fazer. Pretendo voltar com mais calma, com certeza!


#1 - Orlando, nos Estados Unidos

Como resistir ao Buzz?

A nossa queridinha! E momento confessionário: acreditam que a primeira vez que fui, em 2014, eu fui praticamente obrigada? Meu marido queria levar nosso filho para conhecer os parques e eu achava a maior perda de tempo, nunca quis conhecer, achava que Orlando só tinha Disney. Pois fui e caí de amores pela Terra Encantada e pretendo voltar nela todos os anos da minha vida! Ok, topo intercalar ano sim, ano não com Las Vegas, rs!


E taí nossa lista! Não é que foi difícil escolher? Se pudesse, voltaria em quase todos (se não todos!) os lugares que já visitei na vida! Fiquei em dúvida se colocava Gramado, litoral alagoano, tantos lugares aqui no Brasil ficaram de fora... mas fica para uma próxima blogagem. Espero que tenham gostado e obrigada pela visita!


Confira o Top 5 de outros blogueiros a seguir ;